Destaques

10/01/2018 - Escorpiões podem adaptar o próprio veneno dependendo da ameaça

Uma nova pesquisa mostra que determinados escorpiões podem mudar o próprio veneno dependendo da tarefa em questão, seja ela o próximo almoço ou se proteger de predadores. É a primeira vez que cientistas documentam a habilidade de um animal ajustar a toxicidade do próprio veneno de acordo com a necessidade.

03/01/2018 - Cientistas alimentam aranhas com grafeno para criar teias 10x mais fortes

Teias de aranha são um dos materiais mais resistentes do mundo, mas um grupo de pesquisadores da Universidade de Trento, na Itália, conseguiu criar um material dez vezes mais forte. Para isso, de acordo com o estudo publicado por eles, eles alimentaram as aranhas com grafeno, um material cheio de propriedades físicas interessantes, o que fez com que elas fizessem teias mais robustas.

02/01/2018 - Pergunte ao Especialista

Consulte as perguntas de nossa seção e envie sua pergunta. Saiba mais clicando aqui.

01/01/2018 - Como contratar uma Empresa Controladora de Pragas?

Quer contratar uma empresa, e precisa de uma orientação ou tem dúvidas quanto aos cuidados que deve tomar? Conheça algumas dicas que asseguram a saúde de sua família e a certeza de ter um bom serviço.

20/12/2017 - Pombas são bem mais inteligentes do que pensávamos

Cérebro de passarinho? As pombas podem ser mais inteligentes do que pensamos: de acordo com um estudo publicado na revista Current Biology, essas aves lidam com noções de tempo e espaço da mesma forma que os humanos e os macacos.

13/12/2017 - Mosca que viveu há mais de 15 milhões de anos é descrita

A mais antiga espécie de mosca conhecida para a superfamília Oestroidea, que congrega cerca de 15 mil espécies viventes – entre as quais a mosca-do-berne (Dermatobia hominis –, acaba de ser descrita em um estudo internacional com participação brasileira. A nova espécie, Mesembrinella caenozoica, foi descoberta a partir de um macho fossilizado de 8,5 milímetros que viveu nas matas da atual República Dominicana entre 20 milhões e 15 milhões de anos atrás, na época do Mioceno.

06/12/2017 - Assim como nós, as abelhas podem ser “destras” ou “canhotas”

Cientistas da Universidade de Queensland, na Austrália, demonstraram que as abelhas podem ter preferência por voar para a esquerda ou para a direita. Além disso, descobriram que as abelhas conseguem distinguir um buraco pequeno de um maior, e escolhem sempre o maior buraco para voar.

29/11/2017 - Cientistas desvendam segredo das cores das borboletas

Somente a natureza pode pintar as belíssimas cores e padrões nas asas de uma borboleta. Mas os cientistas agora dizem ter dominado os primeiros passos do sistema de coloração e esperam daqui a algum tempo controlá-lo, possibilitando a criação dos desenhos de asas de borboletas vivas.

22/11/2017 - Morcegos bebês aprendem linguagem de seus pares

Os morcegos bebês aprendem a linguagem de seus colegas em sua colônia, e adotam o dialeto ou sotaque do grupo, em vez do de sua mãe. A diferença pode ser comparada à que existe entre falar com um sotaque de Londres ou com um sotaque escocês, afirmou o estudo publicado na revista científica PLOS Biology.

16/11/2017 - Moscas de banana ajudam cientistas a criar algoritmos de busca melhores

Aquelas mosquinhas que ficam voando em volta de bananas maduras podem ser irritantes, mas em alguns aspectos o cérebro delas funciona melhor do que o Google. Foi isso que concluíram alguns pesquisadores da Universidade da Califórnia e o Instituto Salk de Estudos Biológicos em um estudo publicado no periódico Science.

08/11/2017 - Cientistas descobrem formiga pré-histórica com mandíbulas de metal

Cientistas do Instituto de Tecnologia de Nova Jersey encontraram uma espécie de formiga vampira que viveu há 98 milhões de anos. Através de um inseto aprisionado em um tipo de âmbar, os pesquisadores descobriram que a espécie pré-histórica tinha curioso componente metálico em suas mandíbulas e o usava para sugar sangue das presas.

01/11/2017 - Insetos zumbi: louva-a-deus se alimentam de cérebros de beija-flor

Pela sequência alimentar lógica, os insetos se alimentam de plantas ou de algum outro inseto e, então, os pássaros os caçam. Mas, assim como existem plantas carnívoras como a Dioneia, os louva-a-deus predam beija-flores e outras aves de porte pequeno e médio mais do que as pessoas pensam.


1 | 2 | 3 | 4 | 5 |   [ próximo ]