Centopéias ou lacraias e piolho de cobra


 

Centopéias ou lacraias e piolhos-de-cobra não são insetos, pois possuem mais de 6 pernas. Quando ocorrem na área natural estes organismos não causam qualquer problema, mas podem ser consideradas pragas em algumas ocasiões quando compartilham o mesmo espaço que nós, humanos.

Lacraia

As lacraias possuem o corpo segmentado com um par de pernas por segmento. Os piolhos-de-cobra possuem dois pares de pernas por segmento. Seus hábitos alimentares variam muito. As lacraias alimentam-se de pequenos artrópodes, enquanto os piolhos-de-cobra alimentam-se de matéria orgânica e plantas.

As lacrais possuem veneno, o qual utilizam para paralisar a presa, geralmente pequenos insetos. Alguns gêneros de lacraias costumam ocasionar acidentes com maior freqüência no homem. São as lacrais dos gêneros Cryptops, Otostigmus e Scolopendra. O indivíduo acidentado sente dor localizada intensa e a evolução da picada depende da sensibilidade da vítima ao seu veneno.

Em áreas urbanas, as lacraias são encontradas normalmente em jardins, sob matéria orgânica acumulada (folhas, cascas de árvore), sempre em locais úmidos. Ocasionalmente podem ser encontradas dentro da residência.

Piolho-de-cobra

Os piolhos-de-cobra também estão restritos a áreas úmidas do jardim. Gramados e canteiros muito irrigados, podem, ocasionalmente, apresentar explosões populacionais destes organismos, que saem destes locais podendo adentrar garagens e outros ambientes domésticos.

MEDIDAS PREVENTIVAS

Lacraias

Algumas medidas preventivas devem ser tomadas como a utilização de luvas de raspas de couro ao trabalhar no jardim, colocar telas nos ralos de pias, chão e tanques, manter o terreno sempre limpo e roçado, fechar frestas em muros e paredes, examinar roupas e toalhas antes de manuseá-las para evitar acidentes com lacraias.

Piolhos-de-cobra

Diminuir a umidade no ambiente e prevenir sua entrada na residência por meio de veda portas ou sacos de areia.