Percevejo de Cama


 


©Centers of Disease Contro
l

Os percevejos-de-cama estão de volta. Estes insetos praticamente desapareceram a partir da década de 50, quando a utilização de inseticidas de efeito residual, como o DDT, passou a ser uma prática comum e bastante eficaz para o seu controle. Entretanto, nos últimos anos a ocorrência de infestações começou a aumentar após vários anos sem muita alteração. A proibição da utilização do DDT associado ao crescimento das viagens internacionais e ao aumento da densidade populacional com baixas condições sociais na periferia das grandes cidades são as causas mais prováveis para o seu retorno.

Os percevejos-de-cama são pequenos insetos com formato oval que medem menos de 1 cm de comprimento. Possuem coloração castanho-avermelhada e o corpo achatado, mas não apresentam asas. 

Alimentam-se de sangue humano, e como normalmente ficam escondidos durante o dia, picam as pessoas durante a noite, principalmente quando elas estão dormindo. Os percevejos adultos, contudo, conseguem viver até um ano sem se alimentar.  


© Purdue University

As camas são os locais mais comuns para esses insetos se alimentarem, se esconderem ou depositarem seus ovos. Além delas eles podem se abrigar em poltronas, cadeiras estofadas, fendas nas paredes e molduras e pilhas de roupa. Isto significa que praticamente qualquer local escuro e protegido pode se tornar ótima moradia para os percevejos.

Apesar de não transmitirem doenças para o homem, os percevejos causam grande desconforto. As picadas podem causar prurido, inchaço e inflamação, levando à irritação da pele e até a uma infecção. Com o passar do tempo, a exposição constante à saliva injetada durante a sua alimentação pode resultar em uma reação alérgica a picadas em pessoas mais sensíveis

 
©Centers of Disease Control

Os percevejos podem invadir uma residência das formas mais diversas, seja carregando-os para casa em uma mala ou muda de roupa após uma viajem ou comprando móveis usados que contenham uma infestação.

Alguns sinais que indicam sua presença são fezes com cor de ferrugem e restos de suas mudas de “pele”, chamadas exúvias, encontradas nos lençóis, no colchão ou em outros locais que apresentem uma colônia. Em casos de infestações sérias, um cheiro doce característico pode ser percebido no ambiente.

Quando houver suspeita de infestação, deve-se notificar o caso a autoridades competentes e contatar uma empresa de controle de pragas para que essa realize o controle de forma eficiente.


Texto: Luis Gustavo Grijota Nascimento


Produtos de uso profissional indicado para controle de percevejo de cama:

- CALIRA AEROSOL - BASF
- PLURESTO PRO - BASF
- TENOPA - BASF


Veja mais destaques clicando abaixo: